quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Adoecidos


Não,não se trata de uma gente oportunista;eles carregam dentro do coração uma promessa de que seriam grandemente usados por Deus.São homens e mulheres de coração fiel,generosos para com a Obra ,apaixonados pelas coisas concernentes do Espírito.
Pagaram um preço de santidade e testemunho,mudaram todo o curso de suas vidas para obedecer a Palavra,e então saíram para o ministério.
Alguns foram ludibriados por homens,líderes espertalhões tanto quanto Labão foi com Jacó,fazendo-o trabalhar gratuitamente e mudando 10 vezes o seu salário.
Outros foram atacados por ciumentos Sauls,perseguidos,caluniados..
Outros deram sua vida em favor dos irmãos,como fez Paulo,e pelas costas foram criticados como ele foi.
Ah são tantos os motivos que vêem para enfraquecer e adoecer um ministério!
Homens e mulheres que lutam contra si mesmo para crer no Chamado,pregando para bancos vazios,sentindo-se bestiais por isso,mas mantendo-se firme ,porque crê no que Deus falou.
Infelizmente muitos deles tem adoecido,escandalizado,sofrido traumas,e por isso,repudiam a idéia de se envolver de novo com a obra.São soldados-bons soldados-feridos justamente por estarem na linha de frente da batalha,onde a maioria não quer estar.São líderes que por escolher aquela que deve ser a mais humilde das lideranças,a do evangelho(''aquele entre vós que quiser ser o primeiro sirva a todos'')abrem mão de seus sentimentos ,vontades e necessidades,para ganhar almas.
Posso garantir,muitas vezes estão cheios de potencial,mas tornam-se apáticos a fazer a obra,não querem sofrer outra vez,não querem ser de novo zombados,escarnecidos e humilhados...
Ah como se cansou Elias!Deu um basta quando se viu perseguido por Jezabel,após ordenar uma matança sobre os profetas de Baal para defender o nome do Senhor!Parecia-lhe que os problemas jamais teriam fim,pensara que todos os'' crentes de verdade'' estavam mortos e que portanto só ele ficara!Chega de ministério,chega de ser profeta!-pensou-se escondendo em uma caverna!
Penso que há muitos pastores e aspirantes ao ministério do Reino,com potencial grandioso como o de Elias,sem querer fazer mais nada,sem querer ver a ninguém neste momento,apenas escondido numa caverna de opressão,medo,raiva e sentimento de injustiça,mas como para ele,digo que pra tais soldados,o fim também não é agora,o caminho é longo,o Senhor fornece comida capaz de fazer andar por mais 40 dias e noites,não quer estes servos escondidos,pois unção e talento não são para ficarem enterrados.
Deus ordenou que Elias saísse da caverna,em pouco tempo seria arrebatado aos céus,mas sua unção não ficaria perdida,devia ser passada a Eliseu,pois a obra não pode parar.
Uma vez,sendo eu mesma um soldado sujeito a todas as contrariedades citadas aqui perguntei ao Senhor:''Mas e se me ferirem de novo?'',e Sua resposta ao meu coração foi:''Eu te curarei de novo''.
Sim,o Médico dos médicos nos cura,e restaura as forças para prosseguir na batalha;Paulo bem conhecia todo desgaste que lhe impunha a pregação do Evangelho,não negava seu cansaço,e a auto superação necessária para cumprir o Chamado,mas tomou por amor uma decisão:

2Co 12:15 - Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado.
Vencera seu desejo humano natural de reconhecimento,estava consciente de que se gastaria e desgastaria,e em troca não teria o amor das pessoas...mas também tinha consciência de que o Pai o valorizava e reconhecia,preparando-lhe um galardão na glória vindoura:
2Timóteo 4 :8 Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.
Desejo que os homens e mulheres do ministério adoecidos,através deste post recebam um balsamo de cura,e percebam que apesar dos traumas,a força do Chamado queimando o peito,não nos permitirá retroceder.
Luc 9:62 - E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus.

2Coríntios 4:
7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
8 Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
9 Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;
10 Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos;
11 E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal.
12 De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida.

Um comentário:

amigodcristo disse...

Paz Alê..!!
Poxa... verdade!!
Tenho a infelicidade, de conhecer pessoas..que deixaram de olhar para Cristo, para olhar para o lado errado, ou melhor para a pessoa errada..
Deus tenha miséricórdia de nós... e nos firme em sua graça.

Postar um comentário